Emprego na construção civil tem alta de 28,45% no primeiro trimestre de 2023 no Paraná

A alta acontece em comparação ao mesmo período de 2022. O resultado leva o estado a ter o quarto ano seguido com mais contratações do que demissões no setor.

Pelo quarto ano seguido, a construção civil teve saldo positivo de contratações no Paraná. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, apontam que entre janeiro e março de 2023 as empreiteiras paranaenses tiveram 5.697 admissões a mais do que demissões. O número deste ano apresentou alta de 28,45% em relação ao primeiro trimestre de 2022, quando o saldo ficou em 4.435 contratações.

Na opinião do engenheiro civil Luan Cristian Kleber, da Construtora Andrade Ribeiro, o setor da construção civil se mostra resiliente, mesmo com as adversidades do mercado de trabalho nos últimos anos. “Nós passamos neste período por um momento pandêmico e por mudanças políticas e, mesmo assim, observamos esse saldo positivo”, pondera. O especialista acredita que “estamos com alta procura por novas habitações e, por consequência, empresários do setor estão mantendo um certo investimento”.

De aprendizagem para a carteira assinada

Dentro da construtora, um exemplo de contratação na área é o auxiliar de almoxarife Vinício Paulino Martiori, de 20 anos. Ele já atuava na construção civil, como aprendiz, desde 2021, mas foi efetivado no mês de maio deste ano e agora conta com um emprego com carteira assinada. Ele começou a trabalhar no setor após fazer um curso de assistente administrativo no Senai. “Meu objetivo é crescer profissionalmente na área e quero fazer faculdade de Logística. A área em que trabalho me despertou muita curiosidade e interesse em continuar. Senti que se encaixa com o meu perfil profissional”, afirma o jovem.

Entre as atividades que ele executa estão o recebimento de produtos, administração e movimentação das mercadorias até o estoque. Além disso, também recebe e confere notas fiscais de entrada de materiais adquiridos pela construtora e faz o encaminhamento desses documentos para outros setores.

Nos últimos seis meses, o trabalho do auxiliar tem se dividido entre a sede da construtora, localizada em Curitiba, e uma obra do programa Minha Casa, Minha Vida que está em andamento na cidade de Araucária, na Região Metropolitana. “Nesse contato com a obra, pude ter uma visão mais ampla de cada processo que é feito até chegar ao resultado final”, comenta.

Entre os desafios que mais chamam a atenção de Martiori e fazem com que ele se dedique mais ao trabalho está a variedade na nomenclatura de materiais que chegam durante a rotina de atividades no almoxarifado. “Eu já aprendi muito desde que comecei a trabalhar na área e gosto dos desafios que tenho encontrado”, afirma.

Projeções para o setor

Para o decorrer do ano de 2023, o engenheiro da Andrade Ribeiro acredita que o setor de construção civil continue com saldo positivo nas contratações. “O ciclo imobiliário é lento, pois muitos empreendimentos imobiliários têm durações maiores do que um ano, o que me faz acreditar que pelo menos para o ano de 2023 permanecerá em crescimento. Contudo, para os próximos anos uma análise mais aprofundada sobre o tema deve ser feita, considerando as ações desta nova política e o cenário econômico”.

Kleber comenta ainda que, como o setor está aquecido, todas as áreas de trabalho que envolvem uma obra tendem a apresentar boas oportunidades de trabalho. Ele acredita que, com a nova política que tem se desenhado nacionalmente, há indícios que o setor responsável pelas obras de programas como o Minha Casa, Minha Vida recebam mais apoio governamental. “Isso pode gerar, por exemplo, subsídios para as obras deste nicho do mercado, e fazer com que haja mais procura por este tipo de empreendimento”, comenta o engenheiro.

Confira os dados gerais de admissões e demissões na construção civil no Paraná, segundo o Caged

AnoAdmissõesDemissõesSaldo
202339.36133.6645.697
202239.23634.8014.435
202141.33729.75811.579
202033.13526.4046.731

Sobre a construtora Andrade Ribeiro

A história de sucesso da Andrade Ribeiro começou em 1978, com a atuação destacada de dois jovens engenheiros, Joaquim Ribas de Andrade Neto e Erlon Donovan Rotta Ribeiro, em obras públicas e privadas de grande porte, onde já era possível ver a marca de qualidade e profissionalismo presente em todos os produtos da empresa.

Hoje, 45 anos depois, é fácil reconhecer a assinatura da Andrade Ribeiro em um empreendimento. São obras residenciais e comerciais com características especiais, que antecipam tendências no setor imobiliário da capital paranaense. Obras que são resultado de um somatório de talentos, que vai desde o fornecedor até o aperfeiçoamento constante de pessoal, passando pela escolha da localização adequada e reciclagem de material na própria obra.

Por trás de cada obra assinada pela Andrade Ribeiro, existe um compromisso que se renova constantemente com os princípios que fundamentam o trabalho da Construtora. Garantir segurança aos seus clientes, pelo profissionalismo de toda sua equipe e o vasto acervo de obras entregues e privilegiar a qualidade dos seus produtos, através dos critérios de definição e apurado padrão de execução.

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
API key not valid, or not yet activated. If you recently signed up for an account or created this key, please allow up to 30 minutes for key to activate.
plugins premium WordPress