PCPR prende 41 pessoas em megaoperação contra o tráfico de drogas no Litoral

Mais de 300 policiais civis participam da ação que aconteceu em Morretes, Curitiba, Pinhais, Almirante Tamandaré, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul e Paranaguá, no Paraná, além do município de Mafra, em Santa Catarina.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu 41 pessoas e apreendeu três adolescentes ligados a uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas no Litoral do Estado. A megaoperação deflagrada pelos policiais civis aconteceu na manhã desta quarta-feira (3) simultaneamente em Morretes, Curitiba, Pinhais, Almirante Tamandaré, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul e Paranaguá, no Paraná, além do município de Mafra, em Santa Catarina. 

Mais de 300 policiais participaram da operação, que teve como objetivo o cumprimento de 98 mandados de busca e apreensão, 38 mandados de prisão e duas internações de adolescentes. A operação ainda contou com o apoio de cães policiais e de um dos helicópteros da PCPR.

Durante as buscas, foram apreendidas uma arma, munições de calibre 38, 22 e 12, celulares e quantias de cocaína, haxixe e maconha. 

“As investigações tiveram início na delegacia da PCPR em Morretes, duraram mais de oito meses e revelaram que o grupo está envolvido em homicídios, tráfico de drogas, roubos, furtos e também visava a prática de sequestros. Além disso, buscava ensinar jovens a praticar furtos e roubos”, explica o delegado André Rosa.

A PCPR apurou que os integrantes possuíam uma estrutura definida e faziam ameaças de morte e agressões contra aqueles que repassavam informações às autoridades. A quebra de sigilo bancário de dois integrantes do grupo revelou uma movimentação financeira de aproximadamente R$ 500 mil.

A operação teve início após um homicídio em Morretes ligado à guerra de facções, ocorrido em outubro de 2023. As investigações apontaram que membros do grupo estavam envolvidos no crime e possuíam uma lista de futuras vítimas devido a disputas entre facções criminosas.

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
API key not valid, or not yet activated. If you recently signed up for an account or created this key, please allow up to 30 minutes for key to activate.
plugins premium WordPress